Portal das CalopsitasPortal das Calopsitas

Tudo o que você precisa está aqui!
Pesquisar no site:

Início / Cuidados Básicos / Reprodução / Acompanhando o desenvolvimento do filhote

ACOMPANHANDO O DESENVOLVIMENTO DO FILHOTE

 

filhote bem alimentado
imagens cedidas por Sônia Negrão/SP

 

O criador precisa acompanhar o desenvolvimento dos filhotes de perto após seu nascimento, verificando se estão sendo alimentados, se ocorreu alguma morte, etc.  Procure fazer essa inspeção de forma rotineira e, de preferência, no mesmo período do dia, para que os pais se acostumem com sua presença.  

Em que posso ajudar nessa fase? 

  1. Certifique-se se há maravalha (serragem) suficiente para acomodar os filhotes.  Caso haja algum ovo não galado no ninho, o mesmo pode ser deixado para que sirva de apoio ao filhote.
  2. Reforce a alimentação do casal (deixe à disposição do casal quantidade redobrada dos alimentos).
  3. Nessa fase é muitíssimo importante também fornecer diariamente ao casal ração e farinhada industrializada apropriada para o período reprodutivo.  Pode ser oferecida também farinhada caseira .
  4. Embora as fezes mantenham os filhotes aquecidos, quando o ninho estiver muito sujo ou as fezes não secarem devido a umidade do clima.  Raspe a sujeira com uma espátula e, caso seja necessário, você pode lavar o seu interior e secar o ninho ao sol ou usando a chama do fogão.  Reponha com maravalha e coloque os filhotes de volta (não tenha receio que os pais não irão abandonar os filhotes pela sua intervenção.
  5. Caso algum ovo seja quebrado ou haja filhote morto no ninho, retire-os prontamente.

 



DIFERENÇA DE TAMANHO DOS FILHOTES
 

 

 

Na primeira postura de um casal e, principalmente, se forem aves jovens, podem ocorrer surpresas, desde a postura dos ovos até a fase de alimentação dos filhotes, e um que consideramos delicado e exige do criador muita atenção é quando há diferença na idade dentre esses filhotes, principalmente quando há mais de três no ninho.

Os ovos geralmente são botados num intervalo a cada um dia e meio, portanto se :

  • a postura ocorrer com espaçamento maior de tempo;
  • o casal passar a chocar a partir do primeiro ovo botado,
Os filhotes podem ter uma diferença significativa de tamanho, e os pais alimentarem apenas os maiores porque estes levam vantagem na disputa pelo alimento.

Em resumo, quanto mais filhotes no ninho, maior a diferença de idade entre eles, portanto, maior risco do filhote mais novo (e menor) acabar não sendo alimentado.  Nessa fase tão delicada que é o início da vida, quando precisam ser alimentados adequadamente, os filhotes mais novos podem ficar fracos o que prejudica o seu tamanho, podendo levá-lo a morte.

O criador precisa estar atento se há algum filhote nesta condição, pois precisará ser alimentado manualmente com papa industralizada, por dois a três dias, duas vezes ao dia, para fortalecê-lo, retornando sempre o filhote ao ninho mesmo nessa fase provisória.  Geralmente, em poucos dias, o filhote ganha força para competir com o irmão mais velho, daí não há mais necessidade de alimentá-lo no bico.

Vale a pena ressaltar que o papo comporta mais comida à medida que o filhote cresce, portanto, o filhote menor sempre vai ter menos alimento no papo em relação ao filhote maior.

Para evitar essa diferença de idade, você pode guardar os ovos, antes de começarem a ser chocados, virando-os delicadamente 2 x ao dia, e após o término da postura, recolocá-los no ninho, para que a femea inicie o choco de todos os ovos ao mesmo tempo, assim os filhotes nascerão juntos.

 

 

CURIOSIDADE


Os filhotes costumam liberar suas fezes nos cantos do ninho, para não terem de ficar sobre as fezes.

 

imagem cedida por Bruna

 



Mapa do Site   |  Direitos autorais   |  Veterinários   |  Livro de Visitas   |  Fornecedores   |  Aves Perdidas/Encontradas   |  Criadores   |  Grupo de discussão

© Portal das Calopsitas - Todos os direitos reservados - Phelipp de Avila - Web Designer, Design Gráfico e Wordpress Theme Developer - 1 usuário online.