Portal das CalopsitasPortal das Calopsitas

Tudo o que você precisa está aqui!
Pesquisar no site:

Início / Cuidados Básicos / Saúde / Doenças e sintomas / Bicos e unhas

 

Um bico saudável é primordial para a sobrevivência de uma ave, pois é utilizado em todos os instantes, seja para alimentar-se, como para locomover-se ao escalar.

Qualquer anormalidade no bico pode fazer com que a ave passe a não utizá-lo de forma apropriada, dificultando ou até mesmo impedindo de se alimentar normalmente.







A - normal
B - bico ou mandíbula fendida
C - crescimento anormal
D - mandíbula inferior pronunciada (prognatismo)


As anormalidades que podem acometer o bico são :

  • Angulação externa ou interna na apreensão,
  • bicos demasiadamente longos,
  • mandíbulas de formação anormal ou fendida,
  • deformações,
  • lesões,
  • tumores,
  • alteração de cor

Devemos estar atentos a qualquer sinal que detecte algum problema, o quanto mais cedo possível.  A seguir alguns cuidados :

  • Diariamente observe o bico de sua calopsita, verifique se há alguma descoloração, rachadura e crescimento significativo;

  • Consulte um veterinário se você suspeitar de qualquer alteração para determinar a causa exata, se for o caso aparar o bico para permitir que o pássaro o utilize de forma plena;

  • Providencie brinquedos para ajudar seu pássaro a gastar a ponta do bico.  Existem no mercado brinquedos apropriados para pássaros, feitos de madeira e outros materiais.
     

Deficiências nutricionais, infecções bacterianas, fungos, vírus e parasitas são apenas algumas das causas e é o que veremos a seguir.




A  -  BICO NORMAL (tamanho, formato)





 

B  -  BICO TESOURA

  


 

 


C  -  CRESCIMENTO ANORMAL

O bico para uma ave é imprescindível, pois é com ele que a ave se alimenta, se movimenta e se defende.  Se o bico tiver qualquer deformidade, vai impossibilitar que se alimente de forma adequada, tornando-a triste e doente, podendo morrer.

Nas aves de gaiola, a dificuldade de desgastar o bico pode provocar o seu crescimento anormal. O uso de pedras de cálcio, brinquedos feitos de madeira ajudam o pássaro nesse aspecto. 

 
            fotos cedidas pelo Dr. André Maia (RJ)

O crescimento exagerado do bico das aves é mais frequente ocorrer nos psitacídeos.

 

imagens abaixo gentilmente cedidas por Ricardo Tadashi

 

 

Fatores que propiciam o crescimento : 

1) deficiências de vitaminas A e D 3 , de minerais (especialmente cálcio e fósforo) e de metionina.
2) dificuldade em desgastar o bico
3) má oclusão (de causa genética ou de traumatismo)
4) ácaros
5) problemas hepáticos
6) anomalias congênitas (que ocorre durante o desenvolvimento do embrião)
7) anomalias hereditárias (de ordem genética)


 
Tratamento :

1) tratar a causa;

2) manter periodicamente o tamanho do bico cortando (apenas por um veterinário ou criador experiente) ou lixando (com lixa de unha) a ponta do bico, caso contrário a ave terá dificuldade em se alimentar.

É muito importante a consulta de um veterinário, para orientação a respeito de uma alimentação correta , condições de alojamento, e o que deve ser proporcionado à ave para que se desenvolva e tenha qualidade de vida.

Aves com essa anomalia congênita não devem ser usados para procriação, pois essa falha genética pode ser transmitida aos filhotes.


Bico aparado
 

 



D  -  MÁ OCLUSÃO (PROGNATISMO)




filhote em 2 fase da vida

imagens gentilmente cedidas por Marcos Tofolli
 
 
 

 
imagens acima e abaixo de propriedade do Portal







DESCAMAÇÃO DO BICO


















O bico tem uma parte óssea por dentro, coberta por várias camadas de queratina, que é o mesmo material que compõe a unha.  Essa queratina vai sendo formada na base do bico, junto à face da ave, e crescendo ao longo do bico. 
 É absolutamente normal ocorrer uma pequena descamação, de tempos em tempos, como parte da renovação das células. 

Nesse caso você pode limpá-lo com um pano ou algodão úmido e passar um pouco de hidratante (usado na nossa pele) por cima do bico superior, para diminuir a descamação.

Existe uma fórmula para manipulação, você inclusive pode usar nos pés se estiverem secos também:

ÓLEO DE SEMENTE DE UVA ..... 3%
FOMBLIN HC/25.......................... 3%
VITAMINA A............................... 1000 ui
CREME GEL...... qsp ................. 10 G 

 

Entretanto, existem alguns fatores que podem afetar a queratina do bico :

1) geralmente devido a fungos, fazendo o bico descamar no seu todo.  

2) Pela deficiência/carência de vitamina, é necessário rever a alimentação dada à ave, e fornecer suplementos vitamínicos como Hidrovit, Glicopan, Aminomix, durante 15 a 20 dias. Banhos de sol é altamente aconselhável!

3) Substituição da camada de queratina que reveste o bico por uma nova.

  

Nova camada do bico crescendo


imagens gentilmente cedidas por Camila Ribeiro

 

 

 

 

CANDIDÍASE

 

 




Esta lesão no canto do bico tem origem fúngica, e está associada à baixa imunidade que tem como causas a má nutrição, estresse provocado por mudança de ambiente, ciclo reprodutivo, convalescença, etc.)  É mais comum em aves jovens e em crescimento.

Tratamento : CANDIDRATI SUSPENSÃO - passar com um cotonete no bico todo, inclusive nas feridas dos cantos do bico duas vezes ao dia (a última antes de dormir para que a ave fique com a medicação a noite toda) durante 7 dias.


 
 
 
UNHAS COM CRESCIMENTO ANORMAL



 
Mais comum em aves que vivem em gaiola e não tem como gastar as unhas.  Se o crescimento for exagerado, pode estar relacionado à fatores nutricionais.

  

 

FRATURA DO BICO

Nos caso abaixo houve traumatismo (fratura) da mandíbula inferior, ficando sem alinhamento com o bico, o que propiciou o crescimento desordenado tanto da parte inferior quanto superior.  Além da necessidade do bico ser aparado e lixado, a mandibula precisaria ser reparada por um veterinário experiente, para voltar à conformação de oclusão normal, caso contrário a ave não conseguirá apreender o alimento.

Nessa fase a ave precisa ser alimentada com alimento de fácil apreensão : farinhada, papa líquida, etc.

 

 



Mapa do Site   |  Direitos autorais   |  Veterinários   |  Livro de Visitas   |  Fornecedores   |  Aves Perdidas/Encontradas   |  Criadores   |  Grupo de discussão

© Portal das Calopsitas - Todos os direitos reservados - Phelipp de Avila - Web Designer, Design Gráfico e Wordpress Theme Developer - 2 usuários online.