Portal das CalopsitasPortal das Calopsitas

Tudo o que você precisa está aqui!
Pesquisar no site:

Início / Cuidados Básicos / Reprodução / Estímulos para reprodução

 

Os estímulos para a reprodução são controlados pela produção dos hormônios da glândula pituária, portanto, o desejo de se reproduzir é o resultado de respostas meramente fisiológicas a esses estímulos, do que conscientes. 

Esses estímulos hormonais podem ser reforçados por estímulos ambientais e psicológicos :

  • Disposição de ninho
  • Intensidade de luz/claridade ao longo do dia
  • Aumento de alimentos frescos e protéicos
  • Temperatura e umidade
  • Compatibilidade com seu parceiro
  • Ambiente

 

 

 O RITUAL DO ACASALAMENTO

 

Consideramos um casal formado, quando macho e fêmea se aceitam mutuamente, isto é, ficam próximos um do outro, fazem carinho, se acasalam, enfim, tem comportamento de casal e que possui um vínculo afetivo.    Quanto mais intensa a ligação do casal maior o grau de compatibilidade, condição importante para o sucesso reprodutivo.

Este forte vínculo traduz-se em maior dedicação entre os parceiros, ao ninho, e a sua prole.

Ao dispor um ninho,  e estando apto o casal,  e com interesse para criar, inicia-se o ritual de namoro.

Primeiramente, o macho demarca o terrítorio, que compreende a  gaiola e o ninho.  O casal muda seu comportamento tornando-se mais arisco na defesa de seu espaço, isso é normal tanto para aves domesticadas ou não.

Geralmente é o macho o primeiro a entrar no ninho, e vistoriá-lo.  Cantar e bater o bico no poleiro fazem parte do namoro, um convite do macho para que a fêmea seja estimulada a entrar no ninho.  A partir de então, o casal passará a entrar e a sair do ninho várias vezes ao dia.

O acasalamento acontece então naturalmente :  a fêmea se mantém abaixada enquanto o macho, por cima, faz movimentos repetitivos em direção à cloaca da parceira.  A cópula geralmente dura 1 a 3 minutos, e durante esse tempo o casal emite sons ritmicos e constantes.

A quantidade de cópulas varia de casal para casal. Embora uma única cópula seja suficiente para fertilizar vários ovos, pois o esperma fica ativo no oviduto por vários dias enquanto os ovos são produzidos, quanto maior o número de acasalamento maior a chance de que todos os ovos sejam fertilizados.

Após a colocação do ninho, a fêmea pode iniciar a postura aproximadamente 10 dias após o ritual do acasalamento, mas pode demorar mais dias ou meses para que os primeiros ovos sejam botados.   As razões são diversas :

1) fêmea que não quer criar
2) femea que ainda não está preparada (muito jovem e inexperiente) 
3) insegurança quanto ao ninho, gaiola, ambiente (barulho, pessoas passando próximas à gaiola, etc.)
4) não está apta a criar (saúde debilitada, etc.)

 

Lembre-se sempre : para criar, o casal precisa sentir-se seguro e saudável, lembre-se sempre disso! 

 

 



Mapa do Site   |  Direitos autorais   |  Veterinários   |  Livro de Visitas   |  Fornecedores   |  Aves Perdidas/Encontradas   |  Criadores   |  Grupo de discussão

© Portal das Calopsitas - Todos os direitos reservados - Phelipp de Avila - Web Designer, Design Gráfico e Wordpress Theme Developer - 1 usuário online.