Portal das CalopsitasPortal das Calopsitas

Tudo o que você precisa está aqui!
Pesquisar no site:

Início / Informe-se / Artigos publicados / Artigos Diversos / Homeopatia

 

 AS CALOPSITAS E A HOMEOPATIA

 

 

          


 (artigo feito especialmente para o Portal das Calopsitas)


 

    A homeopatia é uma terapêutica recente de aproximadamente 230 anos,  que foi desenvolvida pelo médico alemão Samuel Hahnemann. A princípio a homeopatia foi idealizada para o tratamento de pessoas, mas o próprio Hahnemann recomendou a sua utilização em animais, sendo atualmente muito difundida na medicina veterinária.

 

 

 

     A homeopatia veterinária é uma terapêutica oficial regulamentada pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária desde 1995, e a sua utilização cresce a cada dia por uma série de fatores, tais como: ausência de efeitos colateraisfacilidade de administração,baixo custo e eficácia terapêutica.

 

 

 

    No caso das aves especificamente, as vantagens são ainda maiores, pois são espécies mais sensíveis com relação às intolerâncias medicamentosas, aos seus efeitos colaterais, sendo a maior parte dos medicamentos alopáticos impíricos quanto a dosagem e eficácia.

 

 

 

   Atualmente o número de calopsitas atendidas nas clínicas veterinárias tem  aumentando a cada dia, por uma série de motivos, um deles é que as pessoas estão cada vez mais conscientes com relação a captura de animais silvestres e estão substituindo os papagaios (aves silvestres) por calopsitas (aves exóticas).

 

 

 

  As doenças mais prevalentes das calopsitas em nossos consultórios são: doenças do trato respiratório (rinites, sinusites e broncopneumonias), as alterações de comportamento (auto-mutilação), doenças infecciosas (viroses e bacterioses), quadros alérgicos, doenças do trato gastrointestinal (enterites), doenças ligados ao trato urinário (nefrites) e em distocias (retenção de ovo).

 

 

 

    A homeopatia pode ser utilizada tanto como terapia complementar (juntamente com outras terapias), como terapia principal(somente o medicamento homeopático).

 

 

 

    Pelo fato de a resposta das aves ser extremamente positiva ao medicamento homeopático, a maioria dos tratamentos é realizado exclusivamente com homeopatia e, mesmo casos considerados irreversíveis ou graves, com freqüência obtemos bons resultados.

 

 

 

      Os medicamentos homeopáticos das aves são os mesmos dos seres humanos ou de outras espécies animais, adquiridos em farmácias magistrais e disponibilizados na água de beber do animal, o que facilita muito o tratamento, pois desta forma não há a necessidade da contenção mecânica de nosso paciente que o estressaria muito.

 

 

 

     Ao contrário do que a maioria pensa, a homeopatia atua rapidamente nas aves, muitas vezes, trazendo efeitos do tratamento apenas em poucas horas, provavelmente pelo alto metabolismo destes animais.

 

 

 

     Enfim, o segredo da criação das calopsitas com certeza está no manejo corretona medicina preventiva e na nutrição adequada. No entanto, na condição em que a doença encontra-se instalada a terapêutica homeopática é com certeza a primeira opção de tratamento.

 

 

 

 Dr. Marcos Fernandes 

 

(www.marcosfernandes.vet.br)

 

 

 

novembro/2008

 

 

 

 

 

 

 

Minha calopsita Zizi estava na fase final de postura e pouco saía do ninho. Apesar de ser completamente mansa, nesta época de reprodução seguro minha ansiedade e a deixo a vontade, sem tentar me aproximar muito, a menos que ela demonstre que quer estar comigo.

Era setembro de 2008,  naqueles dias atipicamente muito frios em São Paulo, e aproximei-me porque, de longe, avistei algo escuro em sua cabeça, mais próximo de sua bochecha esquerda.  Observei que o "escuro" era, na verdade, sua pele aparecendo, o ouvido esquerdo estava exposto, sem penas.  Levei um susto enorme e imediatamente fui à clínica veterinária que fica em frente a minha casa para me informar se havia ali veterinário especializado em aves. Havia, porém só à noite. Esperei e liguei para ele às 22 horas.  

Por telefone, recomendou-me que a consulta fosse feita no dia seguinte a tarde, que é o período que a fêmea não está chocando, pois retirá-la do ninho naquela noite a deixaria estressada e poderia abandonar o ninho.   

 

 

 

 

 

 

 

 

O veterinário chegou rigorosamente no horário, avaliou todo o manejo que tenho com minhas aves e examinou Zizi. Depois de inúmeras perguntas e muita observação, disse-me que ela teve otite aguda no ouvido esquerdo e que já estava sarando, mas havia passado também para o ouvido direito.  

 

Ao prescrever o tratamento, disse preferir a homeopatia principalmente no caso dela, que logo mais estaria alimentando os filhotes que nascessem.  Achei que fazia muito sentido,  e que o problema seria maior se a medicação fosse algum antibiótico ou antiinflamatório forte, alopático: ela a regurgitaria junto com alimento no bico dos filhotes.

 

Prescreveu uma dose única de um medicamento e este mesmo medicamento e outro, ambos em “bolinhas” que eu diluía em água e administrava com contagotas duas vezes no dia, direto no bico dela.

 

O tratamento durou 15 dias na mesma época em que os filhotes nasceram.  Agora, em meados de novembro, estão todos muito bem e Zizi tem sua linda bochecha avermelhada e a área após ela, em direção à nuca, que ficaram “depenadas”, reconstituídas naturalmente por novas penas que já nasceram.

 

Recomendo muitíssimo a homeopatia para tratar calopsitas.  E também recomendo os serviços médicos dDr. André Henrique Falconi Maesen (Alameda Campinas, nº 1500 - tel. 11 3885-2792 - 3885-2863) e atende em domicílio bastando marcar via celular (11 9424-9797)

 

Flora Maria Carolina â€“ São Paulo-SP

 

 



Mapa do Site   |  Direitos autorais   |  Veterinários   |  Livro de Visitas   |  Fornecedores   |  Aves Perdidas/Encontradas   |  Criadores   |  Grupo de discussão

© Portal das Calopsitas - Todos os direitos reservados - Phelipp de Avila - Web Designer, Design Gráfico e Wordpress Theme Developer - 2 usuários online.